fbpx

O que é branding? Entenda a força de uma marca bem construída

bangboo

O que é branding?

Nos tempos de hoje, onde a alta conectividade é essencial e diversos termos em inglês invadem diariamente o nosso vocabulário, muitos acenarão com a cabeça de maneira afirmativa.

“Mas é lógico que eu sei o que é branding, seria, assim, mais ou menos, é… fazendo uma marca!”. Embora criar, desenvolver e fortalecer uma marca faça parte deste trabalho, branding vai muito além disso. 

E é sobre ele que falaremos nesta matéria. Quer saber porque o branding é fundamental para um negócio de sucesso? Siga para o próximo tópico e boa leitura!

LEIA TAMBÉM

Spot de rádio e para o rádio: como trabalhar o poder do som

Mídia tradicional: use a força da TV ao seu favor

Marketing de Guerrilha: o campo de batalha da criatividade

Antes de tudo, o que é marca?

Antes de entender o que é branding e todo o trabalho que existe por traz dele, precisamos primeiro esclarecer o que é marca. 

A marca é a cara, o sentimento, as características, a experiência fornecida pela empresa. Não é apenas seu logo ou slogan, mas tudo aquilo que o negócio representa.

Quer um exemplo? O som dos motores Harley Davidson. Eles são tão característicos, causam tanto sentimento nos apaixonados pela marca que a empresa, nos anos 90, tentou patentear o som. Não conseguiu, claro. Mas o ronco continua característico.

Marca é sonoro, é visual, é sensitivo, é experiência. Vai além da “cara”. É personalidade.

Isso é marca. 

Tudo que ela é, precisa ser construído, com muito planejamento, estudo e trabalho. E é este “backstage” que chamamos de branding.

Agora sim. O que é Branding?

Agora que esclarecemos um pouco sobre o que define uma marca, falaremos de branding. 

O branding é a construção, consolidação e gestão da marca. Uma soma de ações bem planejadas e alinhadas, que tem como objetivo criar uma conexão, seja ela consciente ou inconsciente, com seu público, com efeitos de médio ou longo prazo.

Toda a administração da marca passa por aqui. Seu nome, imagens, ideias associadas, slogans, identidade visual, enfim, tudo que possa ajudar a construir uma personalidade para a marca. A representação perfeita de seus produtos, serviços, crenças, ideal, enfim, a personificação do negócio.

A união deste esforço tem apenas uma meta: marcar a mente do consumidor. Quando isso acontece, as soluções oferecidas pela empresa se tornam uma escolha óbvia para uma necessidade de compra.

O trabalho do branding é fortalecer a marca a tal ponto que ela possa levar mais valor do que o próprio produto ou serviço em si pode oferecer.

E você já viu isso acontecendo por aí mundo afora? Claro que sim.

Qual é a diferença entre branding e posicionamento de marca?

De maneira superficial, não é difícil confundir o branding e o tão falado posicionamento de marca. Mas sim, existem diferenças.

Enquanto o posicionamento de marca está totalmente relacionado à imagem que a empresa deseja construir junto ao público, como será vista e interpretada – isto é, mais focado – o branding vai, mais uma vez, por um caminho mais amplo, trabalhando com uma abordagem integral e objetivos variados.

A diferença está na abrangência, ou seja, o posicionamento de marca faz parte do trabalho de branding. Um depende do outro para alcançar seus resultados.

E como veremos abaixo, algumas marcas fazem este trabalho absurdamente bem.

Marcas que marcam

Escolhemos apenas três para exemplificar o que um bom branding pode significar, representar e trazer para a marca, mas existem inúmeras outras que poderiam também estar aqui.

Heineken: a empresa que é sinônimo da Liga dos Campeões da Europa. Patrocinando o evento há mais de uma década, a cerveja holandesa, de diversas formas, traz para realidade seu slogan: open your world.

Burger King: irreverente, jovem, ousado. Algumas palavras que descrevem o que Burger King transmite. Mas quando achamos que já vimos de tudo, eles dão um passo além. Tudo para mostrar que grelhado, na brasa, é mais gostoso.

Volvo: segurança, precisão e estabilidade. A Volvo, marca inventora do cinto de segurança com três pontos, está sempre buscando como oferecer mais segurança para seus clientes. Mesmo que, para representar seu maior ideal, precisem fazer algo insano.

Por mais diferente que cada um dos exemplos acima sejam, todos eles estão dentro de suas características e personalidades. Trabalhando e fortalecendo, a cada passo de sua estratégia de comunicação, o branding.

Monte sua estratégia, faça seu branding

Um trabalho de branding, como você pode ver, vai além de uma publicação isolada, um flyer impresso ou mesmo um outdoor na rua. É um conjunto de várias ações, trabalhando em prol do seu negócio. 

Ele quer trazer o seu público alvo para perto de seus produtos e serviços. Mas como tudo que é forte, duradouro e de qualidade, não acontece do dia para noite.

Quanto antes você der este passo, mais cedo sua empresa poderá enxergar os resultados. Afinal, crescer exige trabalho e, quanto mais especializado ele for, melhor.

E aí, vamos começar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email