fbpx

O que dá para aprender no home office?

Andrey Gonçalves

Estamos desde março trabalhando de casa.

O que parecia apenas um período curto de distanciamento virou semanas, agora meses. Os sons de conversa, teclados de computador, telefones, música e comida chegando mudaram um pouco.

Agora temos cachorros e gatos, miando e latindo, implorando por atenção. Crianças achando que seus pais estão de férias. Zoom, Skype e outros aplicativos de reunião sendo utilizados mais de cinco vezes ao dia, jogando baixo. Mas temos também solidão, silêncio, introspecção.

Uma montanha-russa de sentimentos. É assim que tem sido esse período de home office.

Em meio a trabalhos, projetos, textos, publicações, vídeos motivacionais em redes sociais e notícias não tão motivadoras assim, a gente vai experimentando mil e um humores por dia. Acho que estamos envelhecendo uns 5 anos em 2020.

Por isso, às vezes é bom parar e dar um respiro. Descermos de nossos pedestais e voltarmos a ser aquilo que somos: humanos. Sonhadores, frágeis e cheios de defeitos.

Olhar pela janela, do alto do nosso privilégio de “home officer”, com a mão no queixo, se perguntando qual é o nosso papel no meio disso tudo é um ato compartilhado em horários diferentes.

Quando tudo isso começou, chovia conteúdo querendo dizer o que você pode aprender trabalhando de casa. Mas sinto que esse caminho é muito mais individual do que um padrão. 

Teve gente que aprendeu que precisa do ambiente de escritório para “funcionar” melhor. Outros que se descobriram na solidão. Organizar o tempo virou um desafio que alguns venceram e outros ainda tentam. Teve tempo economizado em trânsito convertido em momentos de lazer, sozinho ou com a família. A gente foi aprendendo o que funciona melhor para cada um e isso faz diferença.

Se conhecer é mais do que uma skill, é sentir a vida acontecer no presente. É ver quem somos além da mesa de trabalho e nos admirarmos como um todo, em suas mais minuciosas características.

Acho que quando tudo isso passar, teremos muito mais histórias para contar do que lições para dar. Nada feito para impressionar no LinkedIn, mas para tocar corações humanos.

Sei que você tá se sentindo cansado mais do que de costume. O sorriso já não aparece com tanta frequência e o desânimo às vezes toma conta. Tô aqui pra dizer que você não está só, home officer.

Eu e tantos outros estamos ao seu lado, compartilhando os mesmos sentimentos.

Respondendo à pergunta do título: o que dá para aprender com o home office?

A resposta é, muitas coisas. Eu aprendi algumas, você outras e assim vai. Cada um se descobre com seus sonhos, objetivos e características. 

Como eu disse antes, esse texto é um respiro em meio a tudo isso. E ele não é só nosso, mas também é seu. Por isso, queremos saber: o que você aprendeu durante esse período?

Pode ser um prato novo, algo sobre você ou mesmo um curso, qualquer coisa. Até porque, o objetivo é sempre se conhecer, seja qual for o aprendizado que isso gerou no caminho.

Se conhecer não tem volta. Mas pode ter certeza: saber mais sobre quem é só vai te fazer bem.

Seu respiro começa agora.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Estamos operando normalmente em home office em razão do combate ao COVID-19.