fbpx

Branded Content: como um conteúdo relevante fortalece sua marca

bangboo

Todos estamos em busca de conteúdo relevante.

A internet nos transformou em devoradores de matérias, notícias, receitas, lições, aulas, e-books, curiosidades e todo o tipo de conhecimento que possa nos agregar alguma coisa.

Um estudo de 2016, feito pelo IBGE, mostra que 116 milhões de pessoas estão conectadas à internet no Brasil. Isso significa que 65% da população acima de 10 anos está na web. E hoje este número já deve ser muito maior.

Aí vem a pergunta: o que cada uma delas está fazendo na rede mundial de computadores? Isso mesmo. Atrás de conteúdo.

Um vasto mar de oportunidades para sua marca crescer e ganhar um espaço mais precioso do que a gôndola: a lembrança do consumidor

Tudo por meio de uma ferramenta chamada Branded Content. Quer saber mais sobre ela? Continue a leitura.

LEIA TAMBÉM:

Estratégia de Marketing: a importância da persona

Engajamento no Instagram, fim dos likes e a força do conteúdo

Mídia OOH: você não pode pular esta matéria

O que é Branded Content?

As empresas e suas agências estão sempre procurando novas formas de falarem com seu público. Um dos meios para melhorar este relacionamento e entrar de vez na vida dos clientes é o Branded Content.

Essa estratégia de marketing consiste em transformar a comunicação da marca em atração

Atrair o público por meio de conteúdo relevante, rico e de qualidade, que possua uma relação direta com o mundo em que a sua marca está presente.

Estar no dia a dia do seu público, entregar algo de valor para ele, ser relevante, criar e fornecer conhecimento. Isso é Branded Content.

De algo de valor para seu público, seja relevante, entregue conhecimento, crie. 

Ao fazer isso, com certeza seu produto ou serviço estará à frente dos concorrentes na hora da compra.

É um relacionamento no qual todo mundo ganha.

Mas é só sair criando?

Criar por criar, por mais que esta seja uma tarefa trabalhosa, não é o bastante. É preciso ter objetivos claros para que o conteúdo possa ser colocado ao seu favor. 

Antes de começar, você vai precisar responder algumas perguntas básicas, que são:

  • O material é interessante para meu público-alvo?
  • Vai ajudá-lo de alguma forma?
  • Vai chamar sua atenção?
  • Vai agregar valor a sua vida?

Tudo isso tem que ser levado em conta. Em seguida, as perguntas são direcionadas para sua marca:

  • Quais valores quer transmitir?
  • Como quer que sua marca seja conhecida?
  • Qual é o melhor jeito para isso?

Escolha o tipo de conteúdo que sua marca vai criar com base na imagem que ela quer passar para o seu público. 

O foco aqui não é promover produtos ou serviços do seu negócio, mas sim conquistar a atenção do cliente. 

Leve isso como seu lema: promover a empresa sem ser invasivo.

E nem pense em surfar em conteúdos de outras marcas. Você vai precisar do seu. Só assim o diálogo entre consumidor e o negócio pode ser estabelecido com sucesso.

Vai dar trabalho, acredite. Mas os resultados serão muito satisfatórios.

Branded Content não é Marketing de Conteúdo

Por mais que os termos sejam um pouco parecidos, e confundidos com certa frequência, ambos seguem caminhos diferentes.

Enquanto o Branded Content tem como sua principal missão fortalecer a divulgação e o posicionamento da sua marca na mente de seus possíveis e já fieis clientes, influenciando as vendas de uma maneira indireta, o Marketing de Conteúdo é bem menos “sutil”.

Seus objetivos são educar a audiência sobre os serviços ou produtos oferecidos, gerar leads, conquistar e fidelizar clientes, desenvolver parcerias estratégicas, entre outros.

Utilizando o famoso “funil de vendas”, o Marketing de Conteúdo guia seu consumidor por toda uma jornada, do conhecimento do negócio ao pós-compra.

Caminhos diferentes? Sim. Mas com a mesma linha de chegada, o público.

Uma maneira fácil de guardar suas diferenças é: 

  • Branded Content é ENTRETENIMENTO
  • Marketing de Conteúdo é INFORMAÇÃO

Dê uma coisa você pode ter certeza, ambos te ajudarão a realizar seu plano.

Pokémon Company, Nintendo e uma aula de Branded Content

Um grande exemplo de como utilizar conteúdo relevante ao seu favor é a parceria entre a Nintendo e a Pokémon Company.

A “Big N” estava distribuindo o primeiro jogo da franquia Pokémon de forma exclusiva para seu videogame portátil, o Game Boy. Era 1996.

O game tinha tudo para dar certo: um boa mecânica, gameplay envolvente e desafiador. Seu potencial era enorme e as empresas concordaram que essa “febre” precisava alcançar mais pessoas.

Foi aí que eles tiveram a ideia de transformar o jogo em um anime. Um ano depois, em 1997, estreou o primeiro episódio de Pokémon.

O anime acabou se tornando um sucesso mundial. Alguns até pensam que os jogos foram criados por causa dele, e não o contrário.

Hoje, a franquia é a segunda mais vendida da história dos games, ficando atrás apenas de Super Mario. Sem falar nos derivados, como filmes, brinquedos, eventos, aplicativos, entre outros.

Um feito que, sem a ajuda da série animada, não seria possível.

Conteúdo relevante: um terreno onde todo mundo ganha

Ao trabalhar com Branded Content, todo mundo ganha. 

Seu cliente, ao consumir o conteúdo que a sua empresa criou, e a sua marca, ao manter um relacionamento mais próximo com seu público, conquistando um lugar de destaque em suas lembranças. 

Com essa ferramenta, seu negócio fica mais denso, rico e profundo. Um verdadeiro sinônimo de interesse, de quem tem sempre algo a oferecer para melhorar ou mesmo facilitar o dia a dia das pessoas.

Todos estamos em busca de conteúdo relevante. Se o seu cliente te encontrar primeiro, você já ganhou.

E essa, na era de informação em que vivemos hoje, é uma grande vitória.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email