fbpx

Mala direta é assim: direta

bangboo

Em tempos de revolução digital, mídias sociais e sites inovadores, a mala direta, por muitos, foi deixada de lado.

Isso é um erro. E nós vamos te dizer o porquê, com palavras, frases e números.

Para deixar você pensativo sobre o direcionamento, e eficácia, da sua comunicação para 2020, resolvemos te mostrar que ela é sim uma ótima escolha.

Então, vamos falar sobre a mala direta e como ela pode ajudar seu negócio?

Mas antes…

LEIA TAMBÉM

Reclames: vídeos publicitários mais legais que a própria programação

Slogans criativos não nascem do chão

Landing Page: tenha um contato direto com seu público

O que é uma mala direta

Existem vários tipos de públicos. Cada um deles com suas particularidades e gostos específicos. Mas se existe algo que todos têm em comum é o desejo pela exclusividade.

Este é o sentimento causado pela mala direta,  uma ferramenta de marketing que consiste no ato de enviar algo direto – tá aí o nome – para o endereço do seu cliente ou lead.

Ela pode ter várias caras, estilos e formatos. Carta, panfleto, brochura, catálogo, cupom, cartão, ação, pacote, comida, presente, mimo – nome que tem sido muito usado hoje em dia pelos “influencers” do Instagram – enfim, tudo mala direta.

Uma comunicação que faz mais do que informar, mas também presentear o target. E como bem sabemos, é difícil esquecer de algo que “ganhamos”.

E essa conquista de espaço na memória afetiva do consumidor é apenas uma de tantas outras vantagens deste formato.

Uma ferramenta com vantagens valiosas, literalmente

Fórmulas prontas de comunicação, ainda mais nos dias de hoje, são cada vez mais comuns. Clientes precisando se adaptar a pacotes dos quais eles não precisam, quando o certo, na verdade, é o planejamento se adequar à necessidade do negócio.

Por isso, muitos deles “esquecem” de algumas ferramentas, como é o caso da mala direta. Um grande erro, segundo os dados e as vantagens expressivas que ela possui.

  • Alto retorno sobre investimento
    • No mundo dos negócios, números e demonstrativos falam mais alto. Por isso, para começar, é bom saber que a mala direta tem o terceiro maior retorno sobre investimento em comunicação, 29%, ficando atrás apenas de mídias sociais, 30%, e do e-mail marketing, 124%, segundo o Marketing Charts;
  • Trabalho integrado
    • Por ser muito versátil – tendo como limite apenas a criatividade de quem a produz, a mala direta pode trabalhar de forma totalmente integrada à campanha, seja ela digital ou offline;
  • Exclusividade 
    • Hoje, a interação entre marca e cliente faz parte do cotidiano, embora tudo seja de forma online. Cupons, ofertas e e-mails chegam diariamente – lembrando, tudo através de uma tela. Receber algo físico, tangível, com certeza se destaca em meio a tantos bytes de informação. Sua mensagem está ali, nas mãos de quem ela deve estar. No mínimo, a ação se torna memorável.

Se alto retorno de investimento, versatilidade e exclusividade não são argumentações boas o suficiente para te convencer sobre a força da mala direta, nada mais o fará. Afinal, não é isso que toda marca busca?

Agora, se você quer saber como este meio funciona na prática, é só ir para o próximo parágrafo.

Como ela funciona na prática

Para divulgar a campanha “Juntos pelo Desconto”, da rede de restaurantes Pamonhas do Cezar, enviamos deliciosos presentes físicos para alguns influenciadores locais.

Como o objetivo da ação era fazer com que as pessoas levassem companhia para comer e ganhar desconto por isso, nossa mala direta era para duas pessoas, porém, enviada apenas para uma.

Dois sucos naturais de laranja com a mensagem “Vai dividir com quem?”, gerou o seguinte resultado: 345.400 mil pessoas impactadas, engajamento de 488.960 a cada kit enviado e aumento significativo de market share.

Tudo porque somamos online e offline, real e digital. É a força de adaptação da mala direta mostrando que, se usada de forma estratégica, a ferramenta continua fazendo a diferença.

Como se esquecer de algo feito para você?

E essa é a pergunta que fica. Receber “pacotes” inesperados em nossas casas, neste mundo digital, se torna algo cada vez mais raro, por isso, memorável. É fácil se esquecer de quantos e-mails você abriu hoje, mas se alguém te enviar um “presente”, vai virar assunto por uma semana.

Os amigos do trabalho vão saber, os vizinhos vão ver, o parceiro vai contar para os colegas, no almoço de domingo vai rolar um comentário e assim por diante. Consegue imaginar a sua marca, na boca e na memória de tanta gente?

Esse é o poder da mala direta.

Acredite nele. Sua marca não precisa ser mais um spam. Mas sim aquela que se destaca.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Estamos operando normalmente mas em home office em razão do COVID-19 e decreto municipal 445/2020.